sala-tematica
“Em terra de escassez quem tem pão e água é rei”, retratou realidade profunda e real sofrimento nordestino perante a seca e desigualdade social da década de 30

No penúltimo dia da Expo Cc – 2015, 08 de outubro, quinta-feira, realizou-se a culminância de apresentações das Salas Temáticas no Colégio Cascavelense. Criatividade, alegria, união e surpresas boas foram contempladas nos turnos tarde e noite a todas as pessoas que visitaram e testemunharam a presença da Arte e Cultura na vida de cada aluno ceceísta.

Cada gesto e olhar dos estudantes representavam a dinâmica cultural do Brasil, pois quando conhecemos a cultura brasileira podemos amar e valorizar o nosso país. As oito salas temáticas transmitiram a verdadeira essência da nossa terra brasileira, posso confirmar, que todas estavam excepcionais, e pude ver no caleidoscópio os mínimos detalhes da cultura brasileira através do resultado do esforço, determinação e foco dos estudos aprofundados por ceceístas.

“Em terra de escassez quem tem pão e água é rei”, retratou realidade profunda e real  sofrimento nordestino perante a seca e desigualdade social da década de 30, logo comungando as obras literárias do modernismo; “O diário de Mary Ravenclaw” foi uma explosão de sentimentos que podemos sentir o dinamismo voraz da sensibilidade do ser humano; “Castelo Rá Tim Bum” , foi um passeio mágico dos personagens Nino e seus amigos, para quem já conhecia antigamente essa turma divertida, com certeza entrou no túnel do tempo da alegria de suas histórias encantadoras; “O auto da compadecida”, foi um sucesso, mostrou a realidade do sertão nordestino com os dois personagens tão conhecidos  e engraçados,  João Grilo e Chicó com suas histórias mirabolantes; “A Moreninha”, uma história que se repercute até hoje, os alunos apresentaram de uma maneira simples do amor de um casal, Carolina e Augusto, que surpreendeu a todos. “Nostra casa”,  um tema que transmitiu diversas realidades sociais em comunidades brasileiras; “Floresta Negra” , sensacional, uma antiga lenda que transmitiram fatos suspenses de duas famílias; “Meu sertão das maravilhas” ,  criatividade e alegria, Alice no meio do sertão nordestino foi uma adaptação da literatura universal  com a regionalidade do nordeste brasileiro, foi esplêndido e encantador, o foco era: seguir o coração independente das circunstâncias.

É muito difícil dizer qual foi o excelente, pois cada sala temática mostrou o seu melhor, o que importa é a força de querer mostrar o que aprendeu durante todo o processo de preparação, e o resultado foi a SUPERAÇÃO de tudo por ter alcançado a concretização do trabalho. Todas as salas temáticas foram avaliadas por professores, convidados e amigos do Cc. Parabéns pelo sucesso de cada ceceísta, todos fizeram parte da realização tão especial do Expocc-2015.

Professora de Português – Karoline Pontes

Marcado com:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: